segunda-feira, 31 de agosto de 2009

E viva o Benfica...

Nunca pensei falar deles neste blog, mas não podia deixar passar em branco os 8-1.
Acho que este ano vamos lá :)

Imagem retirada da internet

Do fim de semana

Sábado foi dia de queimar os últimos cartuchos na praia. O tempo estava óptimo, já a água do mar até fazia doer os ossos!!!
O domingo foi caseiro, para variar :)!!! Apenas fui visitar a minha tia ao Lar.
No sábado à noite vi um acidente quase em directo, um despiste seguido de capotamento. Nós chegámos ao local e eles estavam a acabar de sair do carro. Parámos e perguntámos se era preciso alguma coisa, e um deles pediu-me um lenço de papel pq estava a sangrar da mão.
Além de ter vindo o caminho até casa a tremer, também dormi mto mal de noite, fechava os olhos e só via aquela imagem do carro desfeito no meio da estrada... Fiquei mesmo impressionada.
Boa Semana

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Desperate Housewive

é assim que me sinto hoje, pois foi dia de limpeza a fundo.
Isto das casas tem muito que se lhe diga: quando são antigas, é só pó , lixo e manchas do tempo. As novas é só cimento, tinta, cola.... Esta levou uma limpeza a fundo quando vim para cá, mas quando limpo ainda consigo descobrir bocaditos de cimento, tinta...
Agora vou ali tomar um banho relaxante pq estou KO.
Bom fim de semana!

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Ultimamente ando viciada...

nisto:


Já experimentei vários e para mim os melhores são os do Continente, acompanhados de doce de frutos silvestres do Pingo Doce.
Sim, eu sou uma adepta das marcas "brancas". Ainda esta semana li no JN que o consumo destas marcas subiu 7% no primeiro semestre deste ano. Também dei a minha contribuição para esta subida:) Os produtos são muito mais económicos e a qualidade é óptima. Ao fim de algum tempo de experiências, consigo saber para determinado produto qual é a melhor marca "branca" e na hora de fazer compras tenho isso em conta.
Agora vou ali comer um queijinho :)

Imagem retirada do site do Continente

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Blog

Na sequência do meu processo de organização (uma das resoluções pós-férias), hoje decidi organizar os posts deste cantinho por temas. Sim, porque como já devem ter reparado aquilo estava uma confusão que era impossivel encontrar alguma coisa.
Ao fazer este trabalho apercebi-me que com cerca de meio ano, este blog tem 157 posts. Sinceramente quando comecei não fazia ideia do quanto isto era viciante.
Através do blog conheci pessoas fantásticas, umas pessoalmente outras ainda não, recebo comentários muito bons, e é muito gratificante saber que existem pessoas com paciência para acompanhar o "Mundo da Anabela" :)
Obrigada a todos os que passam por cá.

E nesta casa...

cada um tem o seu posto de trabalho.
Estou fartinha de ouvir: "uma bolinha e uma perninha"... sim, é assim que se faz o "a"! Não percebo porquê, mas na pré só lhe ensinaram a fazer à máquina! Mas eu como boa defensora da tradição e dos costumes acho que ele tem que fazer das duas formas.
Então estamos assim, eu na minha secretária e ele na dele, com algumas interrupções do género: "Bela, posso ir um bocadinho à sala, ou posso ir dormir uma sesta".

Para ti

Sinceramente nunca pensei escrever sobre isto. Por todos os motivos e mais algum: era algo muito pessoal e, apesar de contar aqui algumas coisas sobre mim, nunca expus aqui as minhas relações (que a bem dizer da verdade não foram assim muitas); não me sentia preparada para falar com ninguém sobre o assunto, quanto mais escrever; e sobretudo não queria falar, acho que era uma forma de defesa.
Subitamente as coisas mudaram, e sinto necessidade de o fazer, até para encerrar este capitulo. Na impossibilidade de o fazer contigo, uma vez que neste momento és incapaz de compreender alguma coisa que eu diga (ou se calhar sempre foste, eu é que não via), decidi fazê-lo aqui. Sei que não lês este cantinho, mas se o destino quiser algum dia alguém te mostrará isto, se não se proporcionar, pelo menos fica o registo.
Sim, porque apesar de tudo foste importante... não sei como nem porquê, mas leváste-me a fazer coisas que jamais me imaginaria a fazer... e apesar de tudo não me arrependo, da minha parte foi tudo honesto e sincero. Não vou por em causa se da tua foi ou não, quero acreditar que sim... nem tu fingias tão bem.
Também não quero esquecer, passámos muito bons momentos que vou guardar para sempre, e contigo aprendi muita coisa.
Bem sei que não foste o único culpado pelas coisas terem terminado, eu também tive a minha quota parte de responsabilidade... Acabou porque tinha que ser.
O que me magoa não é o facto de ter terminado, magoa-me sim o depois, as tuas atitudes que jamais vou conseguir compreender (e olha que me tenho esforçado bastante). Não percebo o porquê de tanta exibição e provocação, para me atingir?! Já me devias conhecer e saber que enquanto achei que valiamos a pena lutei, a partir do momento em que deixei de lutar já nada do que fizesses me atingia. Podias aparecer com a Claudia Schiffer que não me atingias. Não era mais fácil termos ficado amigos, ou pelo menos com uma relação cordial? Ou não és capaz de fazer isso? Faz-te assim tanta confusão que eu tenha dado a volta por cima? Tudo o que fiz foi de uma forma honesta: afastei-me, tive o tempo que precisava e quando estava preparada voltei.
Apesar de ter reduzido as minhas saídas, não vou deixar de frequentar os sitios que frequentávamos, e o que agradeço é que, já que não és capaz de me encarar com naturalidade, pelo menos faz de conta que eu não estou ali... não há paciência para as tuas garotisses, sim foi naquilo que te transformaste: um garoto com a avó atrás.
Como já referi, não sei se algum dia vais ler isto, mas era isto que gostava de te dizer se fosse possível falarmos.
De qualquer forma desejo-te toda a felicidade do mundo e que consigas concretizar todos os teus objectivos.
Até um dia:)

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

E hoje foi tarde de...

cinema. Fui ver ABC da Sedução e gostei muito. Um filme leve e engraçado, mesmo o ideal para desanuviar :)



Não sei se repararam, mas estou a cumprir as resoluções pós férias: reduzi as saídas, fui ao cinema e já tenho grande parte do trabalho organizado para a reentré...

Do fim de semana

No sábado fomos à praia. Mais uma vez tivemos a agradável companhia dos amigos A., P. e B.
Estavam marés vivas e o mar estava mau, mas o tempo até esteve razoável.

No domingo apenas saímos para fazer compras, o resto do dia foi passado entre sestas e filmes, como podem ver pela foto:

Boa semana!

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Conta-me como foi

Acompanho esta série há algum tempo e gosto imenso. Acho que é um retrato muito bem conseguido do nosso país no final dos anos 60.
No episódio de hoje eles regressaram á aldeia, uma vez que a mãe do António se encontra gravemente doente. Achei muito engraçada a conversa da Isabel com uma rapariga lá da Aldeia, e a diferença de ideias entre as duas. Enquanto a Isabel quer ter uma profissão, a outra rapariga quer casar e ter filhos, segundo ela não tem tempo para pensar em profissões.
Isto deixou-me a pensar, porque passadas umas décadas, ainda conheço pessoas com a mentalidade da rapariga da aldeia. Eu não critico o facto de querem casar e ter filhos, aliás, acho que ser mãe deve ser a melhor coisa do mundo, critico sim o facto de isso ser uma prioridade, sem antes experimentarem outras coisas.
Na minha opinião deviam primeiro estudar, trabalhar, viajar, etc... e só depois assumirem a responsabilidade de formar uma familia e ter um ser completamente dependente de si, e cujas decisões deverão ser sempre tomadas tendo em conta a sua existência.
A maior parte dos casos que conheço com esta mentalidade não são bem sucedidos: ou se resignaram a ter uma vida sem objectivos e dedicada à familia, sem o devido acompanhamento por parte dos maridos, ou estão divorciadas e decidiram agora "gozar" o que não gozaram antes, deixando os filhos ao cuidado dos avós.
Na minha opinião um filho é a maior responsabilidade que temos, logo só devemos avançar quando estivermos suficientemente preparadas e com a estabilidade necessária a todos os níveis para que a criança cresça num ambiente o mais saudável possivel.

Aqui fica um vídeo da série (não consegui encontrar o do episódio de hoje!)

Noite Hi-Fi

Ontem fiz uma pausa na minha abstinência de saídas e fui ver os Hi-Fi à Feira de S.Mateus. E as saudades que eu tinha deles :)
Já falei aqui muito deles, mas acho que ainda não tinha colocado nenhum vídeo, como tal aqui fica um. A qualidade não está grande coisa pq foi feito com a minha máquina e ainda por cima ontem eles estavam a gravar o DVD, o que fez com que tivesse a camara à minha frente! De qq forma dá para verem um bocadinho.
video

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Dirty Dancing

Sim, eu sei que já fiz um post sobre este filme, mas acabei de ler aqui que está a ser desenvolvido um remake do filme.
Ainda não se sabe quem irá interpretar os papéis principais, mas a produtora acredita que será um sucesso.
Eu espero para ver, mas acho que não há como o primeiro, até porque já tentaram há uns anos e a coisa não correu muito bem.
Aqui fica mais um video para recordar:

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

As saudades que eu tenho....

domingo, 16 de agosto de 2009

E há exactamente um ano...

a minha vida deu uma volta de 180º...
Nunca se está preparado para estas coisas, mas no meu caso foi mesmo inesperado.
O que vale é que sou uma optimista, e apesar de ainda não estar tudo a 100%, acredito que vai ficar, e que as coisas acontecem por algum motivo!

sábado, 15 de agosto de 2009

Resoluções pós férias:

- Diminuir drásticamente as saídas à noite;
- Dedicar mais tempo à leitura;
- Fazer mais sessões de cinema em casa;
- Ir mais vezes ao cinema;
- Economizar para viajar mais e fazer algumas "escapadelas de fim de semana"
- Sorrir mais;
- Dar o meu melhor no trabalho;
- Ver mais vezes o pôr do sol na praia;
- Ser mais organizada a todos os níveis

Daqui por uns tempos faço um balanço.

Há músicas que nunca se esquecem...

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Post com muita Preguiça....

Sim, eu sei que devia actualizar isto com alguma coisa com sentido, mas sinceramente não me apetece. Depois de ter passado uma maravilhosa tarde de praia, com um tempo como há muito não me lembrava, só me apetece ir dormir (sim pq isto de não fazer nada também cansa...).
Tivemos a companhia dos amigos P., A. e B., e não fosse a temperatura fria da água, até pensávamos que estavamos em Tenerife.
Saímos da praia perto das 20h, coisa inédita na Costa Nova.
Adorámos a tarde, a repetir certamente, mas gostávamos de ter a companhia dos mouros e do casal do norte (se virem isto é favor dar notícias, pois estamos a ficar preocupados).

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O que eu gosto desta publicidade...



Porque será?!

E há 100 anos...

nascia Leo Fender, criador das guitarras Fender. Imagem Jornal de Notícias
Como eu gostava de saber tocar guitarra :)

domingo, 9 de agosto de 2009

Relações ou Ralações?!

Ultimamente tenho tido algumas "discussões saudáveis" acerca de relacionamentos.
Na minha opinião, hoje em dia as coisas estão um pouco banalizadas: é "normal" viver-se de curtes, ir-se para a cama com alguém que mal se conhece, enfim, dar mais importância à parte carnal do que aos sentimentos em si.
A mim estas coisas fazem-me um bocadinho de confusão. Para mim as relações devem começar por conhecermos bem a outra pessoa (sim, eu sei que é dificil conhecermos alguém a 100%, mas pelo menos ter algum nível de confiança), eu era incapaz de ter alguma coisa com alguém que acabasse de conhecer. O mais importante, na minha opinião são os sentimentos. Claro que esta forma de pensar vale-me muitas vezes a alcunha de "antiquada" e outras mais...
Não vou dizer que nunca me senti atraída por pessoas que acabei de conhecer, claro que já, mas daí a deixar-me envolver vai uma grande distância.
É claro que esta maneira de estar não me livra de dissabores, nem me traz felicidade total, uma vez que, como alguém me disse há pouco tempo "Não existe uma receita para as relações funcionarem", mas faz-me sentir bem comigo mesma.
Isto é só a minha opinião e vale o que vale, cada um tem direito à sua.

P.S. Se calhar é por isto que aos 30 anos continuo solteirinha da silva, mas Feliz :)

E hoje estamos assim....

P.S. I Love You

Depois de ter lido o livro, ontem decidi ver o filme. Não é mau, mas o livro é muito melhor...

sábado, 8 de agosto de 2009

Portugal hoje ficou mais pobre....

Acabadinho de ver....



Foi-me recomendado e hoje decidi ver. Um filme leve mas que nos leva a identificar-nos com algumas coisas.

Bom fim de semana!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

É nestas alturas que me faz falta um homem em casa...

Já tenho cortinas na sala, graças à boa vontade do meu mano!!!!

e porque eu gosto de música brasileira...

e também pq é Sexta-Feira :)

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Ainda das Férias...

Depois de ler este post a minha irmã vai certamente matar-me, mas não podia deixar de partilhar convosco esta nossa aventura.
Em Tenerife existem muitos lagartos e Osgas. Uma certa noite estava eu na varanda do quarto e vejo duas osgas. Claro que entrei em pânico, fui para dentro e nunca mais fui á varanda. Eu detesto repteis, tenho mesmo fobia, mas a minha irmã consegue ser pior. Todas as noites passávamos a revista ao quarto para ver se não tinha entrado nenhum animal!!!
Uma bela noite, estava eu na casa de banho e a minha irmã desata aos gritos que tinha visto um ser rastejante por cima da porta. Eu saí a correr, em pânico e tentei saber o que era. Ela não conseguia explicar, só dizia que estava por cima da porta, que se tinha mexido e colocado a língua de fora.
Decidi ligar para a recepção e explicar que tinhamos um animal rastejante na casa de banho. O Sr. disse que ia enviar alguém para ver.
Esperámos, esperámos e nada de vir ninguém. Dado o adiantar da hora, eu achei que tinhamos que dormir e decidi encher-me de coragem e ir lá ver o que era aquilo. Meti uma toalha de praia na cabeça e lá fui eu.... Qual não é o meu espanto quando ao subir a um banco vejo que o dito animal rastejante não passava de uma melga grande!!!!
Comecei logo a imaginar o sr. a chegar todo armado para matar um réptil e sair-lhe uma melga!!! Claro que iamos ser alvo de chacota do hotel inteiro.
Como ainda havia tempo, decidi remediar a situação ligando para a recepção a dizer que já não era necessário vir ninguém porque já tinhamos colocado o animal lá fora. O Sr. da recepção ficou muito espantado e perguntou-me de que forma o tinhamos feito, ao que eu respondi: "com um sapato"!!!!
Não, não fui contratada para tirar animais dos quartos....

Recebi isto e não resisti a publicar...

*Por que é que as mulheres demoram tanto tempo quando vão à casa de banho?*

O grande segredo de todas as mulheres a respeito da casa de banho é que,
quando eras pequenina, a tua mamã levava-te à casa de banho, ensinava-te a
limpar o tampo da sanita com papel higiénico e depois punha tiras de papel
cuidadosamente no perímetro da sanita.

Finalmente instruía-te: "nunca, nunca te sentes numa casa de banho pública!"
E depois ensinava-te a "posição", que consiste em balançar-te sobre a sanita
numa posição de sentar-se sem que o teu corpo tenha contacto com o tampo.

"A Posição" é uma das primeiras lições de vida de uma menina, importante
e necessária, que nos acompanha para o resto da vida. Mas ainda hoje, nos
nossos anos de maioridade, "a posição" é dolorosamente difícil de manter,
sobretudo quando a tua bexiga está quase a rebentar.

Quando *TENS* de ir a uma casa de banho pública, encontras uma fila enorme
de mulheres que até parece que o Brad Pitt está lá dentro. Por isso,
resignas-te a esperar, sorrindo amavelmente para as outras mulheres que
também cruzam as pernas e os braços, discretamente, na posição oficial de
"tou aqui, tou-me a mijar!".

Finalmente é a tua vez! E chega a típica "mãe com a menina que não aguenta
mais" (a minha filhota já não aguenta mais, desculpe, vou passar à frente,
que pena!). Então verificas por baixo de cada cubículo para ver se não há
pernas. Estão todos ocupados.

Finalmente, abre-se um e lanças-te lá para dentro, quase derrubando a pessoa
que ainda está a sair.

Entras e vês que a fechadura está estragada (está sempre!); não importa...
Penduras a mala no gancho que há na porta... QU AAAA AL? Nunca há gancho!!
Inspeccionas a zona, o chão está cheio de líquidos indefinidos e fétidos, e
não te atreves a pousá-la lá, por isso penduras a mala no pescoço enquanto
vês como balança debaixo de ti, sem contar que a alça te desarticula o
pescoço, porque a mala está cheia de coisinhas que foste metendo lá para
dentro, durante 5 meses seguidos, e a maioria das quais não usas, mas que
tens no caso de...

Mas, voltando à porta... como não tinha fechadura, a única opção é segurá-la
com uma mão, enquanto com a outra baixas as calças num instante e pões-te
"na posição"...

AAAA HHHHHH... finalmente, que alívio... mas é aí que as tuas coxas começam
a
tremer... porque nisto tudo já estás suspensa no ar há dois minutos, com as
pernas flexionadas, as cuecas a cortarem-te a circulação das coxas, um braço
estendido a fazer força na porta e uma mala de 5 quilos a cortar-te o
pescoço!

Gostarias de te sentar, mas não tiveste tempo para limpar a sanita nem a
tapaste com papel; interiormente achas que não iria acontecer nada, mas a
voz da tua mãe faz eco na tua cabeça *"nunca te sentes numa sanita
pública"*,
e então ficas na "posição de aguiazinha", com as pernas a tremer... e por
uma
falha no cálculo de distâncias, um finííííssimo fio do jacto salpica-te e
molha-te até às meias!!

Com sorte não molhas os sapatos... é que adoptar "a posição" requer uma
grande
concentração e perícia.

Para distanciar a tua mente dessa desgraça, procuras o rolo de papel
higiénico, maaaaaaaaaaas não hááááá!!! O suporte está vazio!

Então rezas aos céus para que, entre os 5 quilos de bugigangas que tens na
mala, pendurada ao pescoço, haja um miserável lenço de papel... mas para
procurar na tua mala tens de soltar a porta... ???? Duvidas um momento, mas
não tens outro remédio. E quando soltas a porta, alguém a empurra, dá-te uma
traulitada na cabeça que te deixa meio desorientada mas rapidamente tens de
travá-la com um movimento rápido e brusco enquanto gritas
OCUP AAAA AADOOOOOOOOO!!

E assim toda a gente que está à espera ouve a tua mensagem e já podes soltar
a porta sem medo, ninguém vai tentar abri-la de novo (nisso as mulheres têm
muito respeito umas pelas outras).

Encontras o lenço de papel!! Está todo enrugado, tipo um rolinho, mas não
importa, fazes tudo para esticá-lo; finalmente consegues e limpas-te. Mas o
lenço está tão velho e usado que já não absorve e molhas a mão toda; ou
seja, valeu-te de muito o esforço de desenrugar o maldito lenço só com uma
mão.

Ouves algures a voz de outra velha nas mesmas circunstâncias que tu "alguém
tem um pedacinho de papel a mais?" Parva! Idiota!


Sem contar com o galo da marrada da porta, o linchamento da alça da mala, o
suor que te corre pela testa, a mão a escorrer, a lembrança da tua mãe que
estaria envergonhadíssima se te visse assim... porque ela nunca tocou numa
sanita pública, porque, francamente, tu não sabes que doenças podes apanhar
ali, que até podes ficar grávida (lembram-se??).... Estás exausta! Quando
páras já não sentes as pernas, arranjas-te rapidíssimo e puxas o autoclismo
a fazer malabarismos com um pé, muito importante!

Depois lá vais pró lavatório. Está tudo cheio de água (ou xixi? lembras-te
do lenço de papel...), então não podes soltar a mala nem durante um segundo,
pendura-la no teu ombro; não sabes como é que funciona a torneira com os
sensores automáticos, então tocas até te sair um jactozito de água fresca, e
consegues sabão, lavas-te numa posição do corcunda de Notre Dame para a mala
não resvalar e ficar debaixo da água.

Nem sequer usas o secador, é uma porcaria inútil, pelo que no fim secas as
mãos nas tuas calças - porque não vais gastar um lenço de papel para isso -
e sais...

Nesse momento vês o teu namorado, ou marido, que entrou e saiu da casa de
banho dos homens e ainda teve tempo para ler um livro de Jorge Luís Borges
enquanto te esperava.

"Mas por que é que demoraste tanto?" - pergunta-te o idiota.

"Havia uma fila enorme" - limitas-te a dizer.

E é esta a razão pela qual as mulheres vão em grupo à casa de banho, por
solidariedade: uma segura-te na mala e no casaco, a outra na porta e a outra
passa-te o lenço de papel debaixo da porta, e assim é muito mais fácil e
rápido, pois só tens de te concentrar em manter "a posição" e *a dignidade*.

*Obrigada a todas por me terem acompanhado alguma vez à casa de banho e
servir de cabide ou de agarra-portas!
Passa isto aos desgraçados dos homens que sempre perguntam "querida, por que
motivo demoraste tanto tempo na casa de banho?" ....

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Os meus filmes....

terça-feira, 4 de agosto de 2009

E porque o que é bom acaba rápido....

cá estou eu de volta a casa, depois de uma semana por terras de Tenerife.
Foram umas férias óptimas, pois tivemos a sorte de encontrar um grupo de portugueses 5*.
Entre banhos de sol, "molhadelas" na piscina (sim, pq eu não gosto de mergulhos!), refeições óptimas e noitadas de conversa e animação, passou-se uma semana à velocidade da luz.
Queria deixar aqui um agradecimento ao grupo mais divertido de todos os tempos (não tenho dúvidas que o staff do Hotel tb pensa assim), pelos bons momentos que nos proporcionaram.
Não vou postar fotos do grupo pq não pedi autorização, mas de qq forma ficam aqui algumas minhas e um vídeo dedicado aos "machos" do nosso grupo!



A vossa coreografia é melhor (vão poder comprovar isso num vídeo que eu fiz)!


Até me pagam para eu fazer publicidade!!!

Um registo sempre importante!

O chapéu era para não molhar o cabelo e os óculos para disfarçar as olheiras!!!

Algures a caminho do Teide

Faltam as fotos da viagem de regresso que estão na máquina do Zé Carlos, sim porque eu consegui convencer o comandante Francisco a deixar-me aterrar no cockpit... e adorei.

Beijos e bom regresso à rotina!