quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Conta-me como foi

Acompanho esta série há algum tempo e gosto imenso. Acho que é um retrato muito bem conseguido do nosso país no final dos anos 60.
No episódio de hoje eles regressaram á aldeia, uma vez que a mãe do António se encontra gravemente doente. Achei muito engraçada a conversa da Isabel com uma rapariga lá da Aldeia, e a diferença de ideias entre as duas. Enquanto a Isabel quer ter uma profissão, a outra rapariga quer casar e ter filhos, segundo ela não tem tempo para pensar em profissões.
Isto deixou-me a pensar, porque passadas umas décadas, ainda conheço pessoas com a mentalidade da rapariga da aldeia. Eu não critico o facto de querem casar e ter filhos, aliás, acho que ser mãe deve ser a melhor coisa do mundo, critico sim o facto de isso ser uma prioridade, sem antes experimentarem outras coisas.
Na minha opinião deviam primeiro estudar, trabalhar, viajar, etc... e só depois assumirem a responsabilidade de formar uma familia e ter um ser completamente dependente de si, e cujas decisões deverão ser sempre tomadas tendo em conta a sua existência.
A maior parte dos casos que conheço com esta mentalidade não são bem sucedidos: ou se resignaram a ter uma vida sem objectivos e dedicada à familia, sem o devido acompanhamento por parte dos maridos, ou estão divorciadas e decidiram agora "gozar" o que não gozaram antes, deixando os filhos ao cuidado dos avós.
Na minha opinião um filho é a maior responsabilidade que temos, logo só devemos avançar quando estivermos suficientemente preparadas e com a estabilidade necessária a todos os níveis para que a criança cresça num ambiente o mais saudável possivel.

Aqui fica um vídeo da série (não consegui encontrar o do episódio de hoje!)

2 comentários:

  1. Agora eles estão a repetir mas nós aqui em casa devoramos a serie desde o inicio e claro, agora vemos repetido... Então pa quem não viveu a epoca acho que está excelente, até a minha Carolina gosta...
    Bjocas

    ResponderEliminar
  2. Vim aqui parar porque o nome do teu blog me disse algo....tambem a minha vida é feita de momentos. Convido-te a entrar nela...

    ResponderEliminar