quinta-feira, 25 de março de 2010

O poder do boato


Quem não se lembra da história de Sócrates e Diogo Infante, ou de Melão e Calado, ou ainda até dos ratos no convento de Mafra???
Pois, segundo Susana André, autora do recém lançado livro "Mitos Urbanos e Boatos", todas estas histórias não passam de boatos.
A autora chegou a esta conclusão através de várias investigações.
Por exemplo, a história de José Sócrates e Diogo Infante jogarem na mesma equipa teve inicio numa crónica escrita num site brasileiro. Depois de investigar, Susana André concluiu que Diogo Infante era vizinho da namorada de Sócrates, o que explicava a habitual presença deste nesse local.

Eu ainda não li o livro, nem sei se vou ler, mas tenho a certeza que um boato bem espalhado pode ter consequências devastadoras.

2 comentários: