segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Mulher vs Mãe

Como já quase todos sabem, e os que não sabem ficam a saber, este blog foi criado porque na altura eu era uma leitora frequente de alguns babyblogs.
Já não me recordo como fui lá parar, mas achava interessante a ideia de partilhar o crescimento dos rebentos na blogosfera.
Depois de ter criado o "Mundo da Anabela", comecei a seguir outro tipo de blogs que tinham mais a ver comigo, uma vez que ainda não sou mãe, mas nunca deixei de lado os babyblogs porque foi aí que tudo começou.
Neste momento, com 1 ano e 7 meses de blog, continuo a seguir alguns babyblogs porque acho que as mães escrevem de uma forma apelativa, antes de serem mães são mulheres e profissionais, e esse tipo de relatos agrada-me.
Depois existem outros que deixei de seguir porque o tipo de escrita é sempre o mesmo, vivem unicamente para os rebentos e não vêm mais nada a não ser a casa e os filhos... consequentemente, os posts não fogem áquela temática.
Tudo isto me faz pensar sobre os prós e contras de ser mãe a tempo inteiro: Na minha opinião, e isto é só a minha opinião (que nem mãe sou), tem que haver um equilibrio. Eu acho que é muito bom para as crianças terem a mãe só para si até uma certa idade, mas depois acho que devem ir para a creche, uma vez que precisam de novos estimulos e do contacto com outras crianças.
E mesmo quando as mães estão 100% do tempo com as suas crias, estas também não se devem esquecer que antes de serem mães são mulheres, e devem tentar arranjar sempre algum tempo para cuidar de si.
Quero acreditar que nos nossos dias a maioria das mulheres/mães já começam a pensar assim, mas existe ainda uma grande parte que vive apenas para os filhos, esquecendo-se de si enquanto mulher, o que leva a que, na maioria das vezes, se tornem pessoas frustradas.
Isso não é saudável nem para elas, nem para os filhos, e muito menos para o casamento.
O ideal é mesmo encontrar um meio termo, sem nunca se esquecerem que acima de tudo são mulheres!

3 comentários:

  1. Eu acho que estou incluida nos babyblogs que só falam dos filhos, lol... e não porque não tenho uma vida para além da MAriana, muito pelo contrario, tenho uma vida muito activa profissionalmente, e mesmo a nivel pessoal não vivo em esclusivo para a MAriana....Concordo quando dizes que devemos ser mulheres e mães, e não só mães...mas para mim o meu babyblog, é isso mesmo, uma babyblog, em que falo dos meus filhos (para já só a Mariana)...Um dia posso mudar, mas acho que o meu blog foi criado com o intuito de relatar o dia a dia da MAriana.
    E não sei se serei a unica, mas talvez haja mais babyblogs, que tu dizes que as pessoas não tem vida que se calhar são como eu.... :)

    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  2. =) uma ideia sensata!!
    Eu concordo contigo, e ainda não sou mãe, mas já ando a tentar!!! =)
    E também vou querer continuar assim com essa ideia, que depois passará a prática. Não é por deixarmos os nossos filhos na creche ou deixarmos nos avós para sair um bocado que deixamos de os amar =) nada disso!Eles precisam de sentir a nossa falta e nós a deles ;) temos que saber deixar uma coluna de ar entre todas as nossas relações, para que haja renovação todos os dias ;)
    beijo grande**e boa semana**

    ResponderEliminar
  3. Olá Vania,
    Eu não disse que tinha deixado de seguir todos os babyblogas, existem alguns que gosto de passar por lá: a escrita é criativa e de nota-se que as mães têm vida para além dos filhos, o que é saudável.

    Fifi,
    Boa sorte para as tuas tentativas e bom feriado!
    Bjs

    ResponderEliminar