sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Livro de Reclamações


Hoje estreei-me no livro de reclamações.
Quem me conhece sabe que sou uma pessoa calma e que não gosto de grandes confusões, mas há dias e dias.
Hoje fui ao Modelo aqui da zona e na hora de pagar dirigi-me à caixa que tinha menos gente na fila.
Ao chegar, o funcionário informou-me com um ar arrogante que estava a atender o último cliente. Ainda fiz o "choradinho" porque só trazia quatro artigos, mas ele não cedeu.
Fui então para outra caixa onde a fila era maior e qual não é o meu espanto quando, passado um pouco, o vejo a atender mais uma pessoa e com duas na fila.
Fiquei furiosa, mas como sou uma lady, fui lá e perguntei-lhe educadamente se ele não ia fechar a caixa. Resposta dele, com ar de gozo:
"Ia, mas vi muita gente e decidi não fechar"
Claro que a resposta não me deixou nada satisfeita e pedi-lhe o nome. Ele fez que não ouviu. Voltei a insistir e lá me disse.
Dirigi-me ao balcão de informação, expliquei o que se tinha passado e disse que queria reclamar. Ela perguntou se era num impresso ou no livro e eu pedi o livro.
O rapaz estava furioso, mas não me arrependo.
Primeiro não lhe custava nada ter-me atendido: eu tinha apenas 4 produtos e ele ainda não tinha a caixa com indicação de fechada, mas o que me deixou mais furiosa foi a mudança de ideias e o modo como ele me falou.
De profissional não tinha nada, e se pagamos é para sermos bem atendidos.

E vocês, já fizeram alguma reclamação?

Sem comentários:

Enviar um comentário