quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Da greve

Eu não sou contra a greve, acho que é um direito que as pessoas têm, mas sinceramente acho que o verdadeiro sentido de greve se perdeu.
Ou seja, as pessoas fazem greve mas não vão para a rua manifestar-se e dizer pelo que estão a lutar, pelo contrário, aproveitam para ficar em casa a descansar, ou até mesmo para adiantar as compras de Natal.
A imprensa estrangeira que acompanhou este dia por cá fartou-se de salientar o facto de haver poucas pessoas na rua. Uma jornalista até dizia que parecia uma manhã de domingo. E de facto isto é verdade.
Já que é para fazer greve, pelo menos mostra-se o descontentamento e não se fica sentadinho em casa à espera que o não ir trabalhar resulte.
Eu não fiz greve, e sinceramente acho que isto ainda prejudica mais o país. Foi a ponte da semana passada por causa da cimeira, a greve de hoje e ainda estão para vir os feriados e pontes de Dezembro. Isto numa altura de crise não é nada bom para o país.

Sem comentários:

Enviar um comentário