quinta-feira, 31 de março de 2011

Das coisas da vida

Ontem fui a um funeral, por sinal o segundo esta semana.
O de domingo foi de uma pessoa idosa que estava internada, com um grande sofrimento e já estavamos mais ou menos preparados para este desfecho.
O de ontem não: era uma senhora que ainda no domingo tinha visto e parecia que vendia saude. Na segunda à noite morreu, assim de repente.
Foi um choque para toda a gente, e faz-nos pensar que de um momento para o outro não somos nada.
Vamos viver o dia a dia e aproveitar cada momento, porque a vida é isso... um conjunto de momentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário