quinta-feira, 7 de abril de 2011

Ainda da Crise

Bem sei que este é um assunto recorrente e anda toda a gente com medo do FMI (eu incluída), mas também existe muita gente que se queixa sem ter verdadeiramente motivos para isso.
Eu confesso que me tenho privado de algumas coisas, senão vejamos:
- Não compro roupa com a frequência que comprava, e quando compro tento sempre ir ao mais barato. Só para dar um exemplo, já não compro na Salsa há mais de 1 ano.
- Antes ia ao cabeleireiro todas as semanas, e agora só vou quando preciso de cortar o cabelo.
- Salvo raras excepções, compro sempre marcas brancas.
- Tento ir sempre às promoções;
- Tenho implementado o sistema de menus semanais, o que me obriga a fazer as listas de compras e cingir-me aqueles produtos...
Entre outras coisas que agora não me recordo.
Apesar destas mudanças, considero-me uma sortuda, pois tenho trabalho e dinheiro para as minhas contas.
Se podia estar melhor, claro que podia.
Mas penso que o caminho é lutarmos todos os dias, ao invés de nos ficarmos a queixar e à espera que as coisas caiam do céu.

2 comentários:

  1. Pois é Anabela concordo totalmente consigo.
    As pessoas gostam de ser coitadinhas.
    Eu sempre vivi com a crise e estou aqui.
    Na televisão vejo casais que choram porque estão sobreindividados mas quando contam as histórias... Meu Deus pediram créditos para tudo e mais alguma coisa.
    O povo costuma dizer: Quem não chora não mama...

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida, concordo contigo em pleno. Graças a Deus, os meus pais ensinaram-me a poupar desde pequenina. Aliás, temos que viver com o que temos!E sobre as marcas brancas, olha, são as minhas preferidas!
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderEliminar