domingo, 8 de maio de 2011

Do 5 para a meia noite especial eleições

Como já referi aqui, gosto muito do 5 para a meia noite. Acho um formato engraçado, apesar de ter preferência por alguns apresentadores.
Durante a semana passada decorreu uma emissão diária especial eleições. Todos os dias foi entrevistado um candidato diferente.
É engraçado ver os nossos políticos num registo mais leve, se bem que existem alguns que não tiram a capa.
Começando pelo inicio, o Jerónimo de Sousa é uma pessoa com uma postura séria e realista. Gostei de o ouvir, apesar de achar que a Filomena não esteve muito bem na condução da entrevista.
Na terça feira foi a vez do Francisco Louçã ser entrevistado pelo Pedro Fernandes. É um candidato com com algumas ideias interessantes e também com sentido de humor.
Na quarta esteve presente o Passos Coelho. Quanto a mim este é o pior candidato. Até me custa pensar que já gostei dele um dia. Tem uma sede de poder desmedida e basicamente não diz "pão".
Na quinta o Fernando Alvim recebeu José Socrates. Ele fez muita coisa má, tem uma grande responsabilidade no estado actual do país, mas fala muito bem. Sem duvida, de todos é o que mais tem o dom da palavra. Já para não falar do sentido de humor, que é óptimo. De referir que o Alvim também esteve muito bem no seu papel.
Por último, tivemos na sexta feira o Paulo Portas com o Boinas. Submarinos à parte, eu gosto do Paulo Portas. Acho que ele tem umas ideias coerentes e também não falha no sentido de humor.

E é isto, o 5 para a meia noite foi-se (até à próxima temporada), mas terminou em grande.

Sem comentários:

Enviar um comentário