quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Pensamento do dia


Eu dancei na quinta feira... e foi muuiito bom!

Elétrico



Imagem do google, comemorativa do 110.º aniversário da inauguração da primeira linha de carros elétricos, entre o Cais do Sodré e Algés.

Porque adoro Lisboa e o elétrico está sempre associado a Lisboa.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Momento Musical

Gosto :)



James Blunt - I'll be your man

Continuo a perguntar como é que é possível este rapaz ter 37 anos! Tem uma carinha tão cutchi cutchi!

Os meus Livros #14

Os Pilares da Terra
São dois volumes de uma escrita totalmente diferente da que este escritor nos tem habituado. Nesta obra a história gira em torno da construção de uma catedral, ao invés dos habituais policiais.
O trabalho de investigação para este livro demorou anos a ser feito, mas o resultado é uma obra fascinante que nos faz recordar aspectos históricos e nos envolve de tal forma no seu enredo que é dificil parar a leitura.
Estou ansiosa por ver a série.

Título: Os Pilares da Terra
Autor: Ken Follett
Sinopse: Do mesmo autor do thriller "A Ameaça", chega-nos o primeiro volume de um arrebatador romance histórico que se revelou ser uma obra-prima aclamada pela comunidade de leitores de vários países que num verdadeiro fenómeno de passa-palavra a catapultaram para a ribalta. Originalmente publicado em 1989, veio para o nosso país em 1995, publicado por outra editora portuguesa, recuperando-o agora a Presença para dar continuidade às obras de Ken Follett. O seu estilo inconfundível de mestre do suspense denota-se no desenrolar desta história épica, tecida por intrigas, aventura e luta política. A trama centra-se no século XII, em Inglaterra, onde um pedreiro persegue o sonho de edificar uma catedral gótica, digna de tocar os céus. Em redor desta ambição soberba, o leitor vai acompanhando um quadro composto por várias personagens, colorido e rico em acção e descrição de um período da Idade Média a que não faltou emotividade, poder, vingança e traição. Conheça o trabalho de um autêntico mestre da palavra naquela que é considerada a sua obra de eleição.

Staples

Existe por aí alguém da que costume frequentar ou more perto de uma das seguintes lojas Staples (Alfragide, Caldas da Rainha ou Santarém) que me possa fazer um favor?
Muito agradecida!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Os meus Filmes #47

Os Smurfs

Eu que não sou nada dada a filmes de animação (pelo menos no cinema), dei por mim a gostar imenso deste. Os Smurfs são adoráveis e o filme está muito bem feito, uma vez que consegue prender adultos e crianças.
Vale bem a ida ao cinema.


Ficha Técnica
Título Original:
The Smurfs
Ano: 2011
País: EUA, Bélgica
Género: Animação, Comédia
Realização: Raja Gosnell
Sinopse: Quando o malvado Gargamel expulsa os Smurfs da sua aldeia, através de um portal mágico, estes vão parar ao nosso Mundo, e aterram em pleno Central Park – Nova Iorque.
Perdidos na Big Apple, os Smurfs vão ter de encontrar uma forma de regressar a casa, antes que Gargamel os apanhe!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Agitágueda no Canal V

Porque em Águeda também se fazem coisas muito boas:



O próximo evento é a Festa do Leitão, de 07 a 11 de Setembro.

Os meus Livros #13

Duas Irmãs, Um Rei
Ando viciada em romances históricos. É um tipo de leitura que nos leva numa viagem através dos tempos e nos consegue prender de uma forma contagiante.
Nunca tinha lido nada desta autora, mas este livro que relata a história das irmãs Bolena e a sua relação com o Rei Henrique VIII fez-me ficar fã da sua escrita.


Título: Duas Irmãs, Um Rei
Autor: Philippa Gregory
Sinopse: Duas Irmãs, Um Rei apresenta uma mulher com uma determinação e um desejo extraordinários que viveu no coração da corte mais excitante e gloriosa da Europa e que sobreviveu ao seguir o seu próprio coração.
Quando Maria Bolena, uma rapariga inocente de catorze anos, vai para a corte, chama a atenção de Henrique VIII. Deslumbrada com o rei, Maria Bolena apaixona-se por ele e pelo seu papel crescente como rainha não oficial. Contudo, rapidamente se apercebe de que não passa de um peão nas jogadas ambiciosas da sua própria família. À medida que o interesse do rei começa a desvanecer-se, ela vê-se forçada a afastar-se e a dar lugar à sua melhor amiga e rival: a sua irmã, Ana. Então Maria sabe que tem de desafiar a sua família e o seu rei, e abraçar o seu destino. Uma história rica e cativante de amor, sexo, ambição e intriga.

Constatações da ultima semana de férias

Eis que chegámos à tão temida última semana de vacances.
Ainda que tivesse tido algumas interrupções de trabalho pelo meio, nunca tinha estado tanto tempo seguido de férias. Foi uma pena o tempo não ter ajudado e as idas à praia não terem sido muitas, mas tivemos algum passeio, muitas leituras e muito descanso!
Fomos até Trás-os-Montes, à Guarda, ao Festival de Bacalhau (Ílhavo), ao cinema, etc.
Ficam aqui alguns momentos.


Esta semana será dedicada à organização e preparação do regresso à rotina.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Momento Musical

Gosto :)

Mais um post sobre o tempo

Hoje que eu já estou boa da garganta e tinha planeado um belo dia de praia a chuva decidiu aparecer!!!!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Os meus Livros #11 e 12

Este mês de agosto tem sido rico em descanso e leituras.
Deixo-vos a opinião dos dois últimos que li:

Lituma nos Andes
Este não é um livro de fácil leitura.
Descreve exaustivamente a violência nas comunidades peruanas, ao mesmo tempo que também nos dá a conhecer as crenças e superstições destes povos.

Título: Lituma nos Andes
Autor: Mario Vargas Llosa
Sinopse:  Sob a ameaça constante dos guerrilheiros maoístas do Sendero Luminoso, o cabo Lituma e o seu adjunto Tomás vivem num acampamento mineiro das montanhas do Peru, onde inexplicáveis e obscuros desaparecimentos lhes prendem o interesse.
Paralelamente, a vida pessoal de ambos - sobretudo o reaparecimento de um antigo amor de Tomás -, intrometer-se-á profundamente na investigação.
O drama real das comunidades peruanas, nos anos 80, reféns da organização paramilitar de esquerda, e as dúvidas pessoais dos personagens cruzam-se durante todo o romance, tornando Lituma nos Andes uma obra ímpar no percurso literário de Mario Vargas Llosa, mas também uma das suas mais ferozes críticas à violência estrutural que afectou o Peru durante tantas décadas.
Uma obra obrigatória em qualquer biblioteca.

Até que o Rio nos separe
Foi o primeiro livro de Charles Martin que li. Conta-nos a história dramática de um casal que luta contra o tempo com o objetivo de realizar 10 desejos antes de a esposa falecer, vitima de cancro. A par disto, o autor vai-nos relatando a forma como surgiu esta história de Amor.

Título: Até que o Rio nos separe
Autor: Charles Martin
Sinopse:  Doss Michaels nasceu e cresceu num parque de caravanas junto ao rio St. Mary e tenta sobreviver como pintor. Abigail Coleman é a única e lindíssima filha do mais poderoso senador da Carolina do Sul. Um único encontro foi suficiente para perceberem que ficariam juntos para sempre.
Após dez anos de casamento, Abbie debate-se com uma doença terminal. Sempre a seu lado, Doss trava com ela uma terrível batalha pela vida.
Quando Abbie elabora uma lista de dez coisas que gostava de fazer antes de morrer, Doss tudo faz para a ajudar a concretizar os seus desejos.
E, antes que seja tarde de mais, partem juntos para a viagem das suas vidas.

Momento Musical

´

O que eu gostava disto quando era teenager!

domingo, 14 de agosto de 2011

Momento Musical



Kings Of Leon - Sex on Fire

Das escolhas

Ontem, ao ler uma revista feminina (sim, por aqui não se leem só livros!), deparei-me com um artigo acerca de mulheres que optavam por não ter filhos e da reação da sociedade a este tipo de escolhas.
De facto, a maioria das pessoas não compreende que uma mulher não sinta o chamado "apelo da maternidade", ou pura e simplesmente que tenha outras prioridades.
A sociedade instituiu que todos temos que casar e ter filhos.
Eu, do alto dos meus 32 anos e solteirinha da silva, noto imensas vezes este tipo de "imposição". É normal ser alvo de observações sobre o meu estado, e até que devia pensar em ter filhos, pois já não caminho para nova!!!!
A minha resposta é sempre a mesma: que estou sozinha por opção, e ter filhos não faz parte dos meus planos.
Não vou mentir, já sonhei casar e já fiz planos para ter filhos, mas neste momento não me revejo neles.
Gosto de estar sozinha! E, não digo isto para justificar a ausência de um relacionamento sério, uma vez que neste momento não é isso que quero. Sou feliz sem ter que dar satisfações a ninguém.
Em relação à maternidade é a mesma coisa. Não sou completamente leiga no assunto, porque tenho um irmão com 6 anos que acompanho desde o nascimento, mas ter um filho meu neste momento está fora de questão.
As pessoas não compreendem que o conceito de felicidade varia de pessoa para pessoa. Para algumas mulheres a felicidade está em casar e ter filhos, outras têm outros objetivos, mas não deixam de ser felizes por isso.
No meu caso, não digo que esta posição vai durar para sempre, mas neste momento é a minha escolha e sou feliz assim.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Momento Musical

Fiquem então com uma homenagem à Bairrada:

E nas férias...

... nada melhor que uma tremenda dor de garganta que dura há vários dias!
Mas, e apesar disto, já fiz um dia de praia!!!!

Os meus Livros #10

Jane Eyre
Como é do conhecimento de quem me segue, eu gosto histórias de Amor. Tenho este lado lamechas que teima em não me deixar!
Este livro, relata muito bem uma história de Amor e a coragem de uma mulher. A autora consegue prender-nos, contando o seu passado, ainda que de forma ficcionada.
Agora só me resta ver o filme? Existe por aí alguém que  tenha visto?

Título: Jane Eyre
Autor: Charlotte Bronte
Sinopse:  Jane Eyre, órfã de pai e mãe, vive com parentes que a desprezam até ser enviada para a instituição de caridade Lowood. Apesar das inúmeras privações que enfrenta na escola, a menina leva uma vida quase feliz e se torna forte e independente. Aos 18 anos, decide partir para Thornfield e trabalhar como preceptora de Adèle, pupila do irônico e arrogante Edward Rochester...

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Miminho

Porque é sempre bom receber miminhos (ainda que virtuais), aqui fica o agradecimento à Sofia e um grande beijinho de Parabéns!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Das Férias

É engraçado como o conceito de férias pode variar imenso, dependendo das pessoas e até das situações.
Para mim férias sempre tiveram que incluir sol e calor. Normalmente vou uma semana para fora e fico no verdadeiro dolce fare niente. Aproveito para ler, descansar e apanhar sol.
Este ano, devido ao acidente, decidi ficar por cá. A primeira semana foi dedicada às noitadas e ao convívio. Esta vai ser mesmo para descansar, meter as leituras em dia e, se o S. Pedro ajudar, apanhar banhos de sol à beira mar.

E vocês, qual é o vosso conceito de férias?

domingo, 7 de agosto de 2011

Sabes que tens os melhores amigos do mundo quando...

... fazem quase 200kms de noite para te acompanhar numa coisa que queres muito :)))

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Pensamento do dia

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Momento Musical

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Momento Musical

Pedro Abrunhosa - Beijo:




Lá por eu não ter gostado do último concerto, continuo a gostar das musicas.

Balanço dos 2 primeiros dias de férias

O S. Pedro passou-se de vez e pensa que estamos em Outubro. Alguém lhe diga que ainda é AGOSTO!
Como consequencia deste tempinho de m**** tenho dormido bastante (até horas indecentes), aproveitado para pôr as leituras em dia e organizar algumas coisas de trabalho.
É incrivel, estando em casa não me consigo desligar.
A praia, a esplanada e essas coisas vão ter que esperar pelo bom tempo!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Balanço do Mês de julho

Ao contrário de junho, julho foi um mês bom.
Teve: Agitágueda, Convívios, Expofacic, Caipirinhas, Passeio, Boas perspectivas profissionais e muita diversão.
Só não teve praia porque o tempo não ajudou.
Vamos ver se agosto nos dá uns diazinhos de sol e calor.

Do fim de semana

Foi simplesmente Fabuloso.
Este ano tivemos 3 dias de Expofacic (muito obrigada a quem nos ofereceu convites).
Fomos na quinta ver Pedro Abrunhosa, que acabou por ser uma desilusão. Eu já o tinha visto duas vezes com os Bandemónio e adorei, mas desta vez não gostei nadinha. Nessa mesma noite ainda ouvimos o Alvim-Mete Discos.
Na sexta foi a vez de GNR e uma surpresa no aniversário de um amigo.
No sábado, para fechar com chave de ouro, foi a vez de James Blunt.
No domingo houve uma visita a uma amiga que já não via há alguns anos, seguida de uma passagem pela Feira Medieval em Santa Maria da Feira.
Venham mais fins de semana destes.

James Blunt

Nem sempre gostei deste senhor. Lembro-me que, quando ele apareceu eu não ligava muito, chegando mesmo a dizer que as suas músicas eram todas iguais.
Entretanto fui mudando de opinião e hoje gosto muito.
No sábado fui vê-lo à Expofacic. Cedinho para garantir o lugar à frente. O jantar foram umas sandes ali mesmo, sentadinha no chão, mas valeu a pena.
Foi das melhores coisas que já vi. O rapaz tem uma voz lindíssima, o cenário é simples, mas muito bonito, tem uma banda muito boa, e ele é uma simpatia. Fartou-se de interagir com o publico, chegando mesmo a fazer um Stage Dive!
Valeu bem a pena o tempo de espera.
Fiquem com uns vídeos feitos por mim:


Já agora, alguem me sabe dizer que idade é que tem o rapaz??? Pelas minhas pesquisas tem 37 anos, mas custa-me acreditar!