quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ainda sobre a reportagem da Sábado

Muitas vozes se têm elevado para criticar a reportagem da revista Sabado, dizendo que a amostra não é significativa, ou que as perguntas não foram as mais adequadas.
Eu concordo que a amostra não seja significativa, mas que é muito grave haver tantos jovens que não sabem responder às perguntas todas, lá isso é.
Do meu ponto de vista, não era grave falharem uma ou duas, agora não saberem quem é o presidente da comissão europeia, a capital dos Estados Unidos, quem escreveu os Maias and so on, é grave e mostra uma total ignorancia da realidade em que vivemos.
A maioria daquelas perguntas eram de cultura geral, e a cultura geral fica bem a toda a gente. Faz com que possamos ter conversas interessantes com outras pessoas, e não sermos excluídos porque só sabemos falar de trapinhos, cor do verniz, marcas de carros, etc...
E mais grave ainda, é que esta geração tem ao seu dispor imensos meios de informação, basta utiliza-los para os fins certos.

1 comentário:

  1. Sim mas também já há reacções de pessoas a dizer que se corrigiram logo a seguir e que as entrevistas foram mal aproveitadas...
    http://asinhasdefrango.blogspot.com/2011/11/ja-ha-reaccoes-por-parte-dos.html
    Deviam ter mostrado tudo e não só os que erraram
    Bjs

    ResponderEliminar