sábado, 30 de junho de 2012

Do divórcio do Tom Cruise

Eu não percebo como é que as pessoas ficam tão espantadas com o divórcio do Tom Cruise e da Katie Holmes.
Primeiro: o divórcio não é exclusivo dos pobres e não famosos, muito pelo contrário;
Segundo: este já era o terceiro casamento dele. Por aqui vê-se que o rapaz não é dado a relações duradouras;
Terceiro: já há muito tempo que ele andava fanático com a religião, e essas coisas tendem a piorar com o tempo.
A mim não me espanta nada.

Temos mais um solteiro em Hollywood...

E hoje ao almoço...

... tivemos a primeira sardinhada do ano!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Momento Musical

Porque este rapaz se casa hoje:

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Momento Musical

Apetecia-me...

... praia.
Barra ou Costa Nova, era-me completamente indiferente.
Bastava-me uma esplanada, uma bebida e o mar como fundo!

Do Futebol

Hoje os portugueses estão tristes.
Todos sabemos que nos jogos o factor sorte conta muito, ainda mais quando se chega às grandes penalidades.
Portugal merecia ter ganho, uma vez que nos 90 minutos fomos superiores a eles, mas perdemos.
Eu, como sabem, não acreditava. Achava que, com a postura deles não iamos passar da fase de grupos.
Eles conseguiram fazer-me acreditar, chegámos às meias finais e jogámos para a final. A sorte não esteve do nosso lado, mas saimos de cabeça erguida.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

E hoje...

... é dia de duelo ibérico.
Eu vou continuar a não ver os jogos, mas espero sinceramente que o resultado seja favorável a Portugal.
E vocês, acreditam?

Pensamento do Dia

terça-feira, 26 de junho de 2012

Caracinhas para isto...

Quando uma pessoa pensa que está tudo a encarreirar, acontece sempre qualquer coisa!

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Do calor

Apesar de estar a trabalhar, de ter uma semana complicada pela frente (que inclui testes relacionados com processos químicos, coisa que detesto e não é a minha área), de ter um projecto em fase terminal (com todo o stress que isso acarreta), de ter muitas horas de estudo pela frente e de ainda faltar algum tempo para as férias, confesso que este sol e calor me trazem outro animo.
Decididamente sou uma pessoa movida a energia solar.

Ainda do Fim de Semana

Apanhei o primeiro (e espero que único) escaldão do ano!
E não, não fui para a praia (Raio das camisolas sem ombros!).

Para mais tarde recordar

Passei o fim de semana sem internet.
No facebook, no blog, no mail... nada de nada.
Quem me conhece sabe como isto é difícil para mim, mas consegui :)

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Do Peso

A menina perdeu 5 kgs num mês.
E isso não é bom, nada bom.

O Último Segredo

Ontem acabei de ler "O Último Segredo", de José Rodrigues dos Santos.
Assim que digerir toda a informação, faço um post.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

E daqui a pouco...

... a nossa selecção entra em campo.
Eu vou continuar com a minha politica de não ver os jogos, mas fico a torcer muuuuiiito para que vençam.

Do Verão

E hoje começa o verão. O tempo aqui está muito escuro, faz mais lembrar o Outono, mas parece que no fim de semana vai melhorar.
Espero bem que sim. Já andamos todos a ressacar pelo calor, praia, esplanadas, etc.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Fim do Ano Lectivo

Post que devia ter sido escrito na sexta-feira.

Chegou ao fim o primeiro ano escolar do Gustavo.
Um ano que começou com muita choradeira, com uma integração para lá de difícil, mas que aos poucos foi dando lugar à estabilidade e gosto por andar na escola.
Um ano de rotinas: acordar, tomar o pequeno almoço, higiene e escola. Sair, lanchar, fazer os trabalhos, brincar um bocadinho, banho, jantar, higiene, história e cama (nunca depois das 21h30).
Neste ano ele aprendeu que a brincadeira não é uma prioridade, que as rotinas são para ser cumpridas e que o esforço compensa.
Aprendeu as letras, os números, consolidou alguns conhecimentos que já tinha e hoje é capaz de ler a sua história sozinho. E o orgulho que ele tem nisso!
É muito teimoso e acha sempre que tem razão. Vê na professora um modelo, e ai de nós que lhe tentemos ensinar de outra forma.
E é isto, está um homem e orgulho-me do seu interesse e da sua vontade de aprender.
Agora vêm as férias. Esta semana é de descanso total, mas a partir da próxima já temos um horário de estudo.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Momento Musical

Isto já tem uns anitos, mas gosto muito:



Do Futebol

Ontem lá esprememos as laranjas e passámos aos quartos de final.
Eu não vi o jogo (não lhes quero dar azar :)), mas fiquei muito contente. Agora sim começo a acreditar. Acho que se continuarmos com este espírito vamos longe.
Não percebo é a confusão em volta do Ronaldo.
Acho que ele é bom jogador e leva o nome de Portugal longe. Mas também é verdade que na selecção não se esforça como no Real Madrid (isto até pode ser devido ao cansaço depois de uma época inteira, mas é um facto).
Achei completamente disparatado aquilo de chamarem pelo Messi, mas também não o vou meter num pedestal só porque marcou 2 golos. Não fez mais que a obrigação dele: dar o seu melhor em campo.
Todos temos dias bons e dias maus: no jogo contra a Dinamarca ele estava num dia mau, ontem esteve num dia bom.
É tão simples como isto: ele é humano e vai ter sempre dias bons e menos bons. As pessoas têm é que compreender isso. E, além dele, temos mais 10 em campo.

E agora é esperar pelos próximos jogos (que eu vou continuar a não ver) e acreditar :)


domingo, 17 de junho de 2012

Pensamento do Dia

sábado, 16 de junho de 2012

Os meus Livros #27

A Sombra do Vento
Este entrou diretamente para a minha lista de melhores livros.
Se gostam de romance, suspense, livros e bibliotecas, têm aqui um livro que vos vai prender do inicio até ao fim. E ainda por cima é passado em Barcelona.
Recomendo muito


Título: A Sombra do Vento
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Sinopse: Numa manhã de 1945 um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona.
Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, "A Sombra do Vento" é sobretudo uma trágica história de amor cujo o eco se projecta através do tempo. Com uma grande força narrativa, o autor entrelaça tramas e enigmas ao modo de bonecas russas num inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, numa intriga que se mantém até à última página.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Do Euro

Ao contrário do previsto pelo polvo Paulo (que já devia estar no tacho), na quarta-feira lá ganhámos à Dinamarca.
Eu não vi o jogo, e está provado que os jogos que vejo eles perdem (já com o meu Benfica é a mesma coisa). Devo ter uma energia negativa, não sei. Só sei que no domingo também não vou ver, espero que lhes traga a mesma sorte e que passem aos quartos de final. E depois às meias finais. E depois à final, de preferência com nuestros hermanos (e uma vitória nossa, claro).
Força Portugal!

Pensamento do Dia

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Tenho para mim...

... que o polvo Paulo dava um belo arrozinho de polvo.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Pensamento do Dia

:) :) :)

Momento Musical

Gosto muito :)

Hoje...

tenho uma dor de cabeça do tamanho do mundo...

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Momento Musical

A menina gosta muito:

Pablo Alboran e o meu sexto sentido

Como é do conhecimento da maior parte dos leitores deste blog, o Pablo Alboran deu 3 concertos em Portugal, o último dos quais ontem em Aveiro.
Ora, aqui perto, mais concretamente em Cantanhede, realiza-se anualmente a Expofacic.
O cartaz desta feira foi apresentado há uns tempos, faltando apenas anunciar um nome estrangeiro. Segundo a organização, só o iriam anunciar a meio de Junho, devido a questões contratuais.
Eu, somei dois mais dois e apostei logo no Pablo Alboran. Se ele ia estar em Cantanhede em Agosto, a lógica é que as pessoas não fossem pagar mais, podendo vê-lo nessa altura por 8€.
E não é que acertei? Hoje de já foi anunciado o nome dele na Expofacic.
Os bilhetes para Aveiro custavam 17,50 (os mais baratos), não é assim grande diferença, mas nos tempos que correm as pessoas fazem contas a tudo.

Querido S. Pedro

Isto de andar de botas em JUNHO não está com nada!

domingo, 10 de junho de 2012

Os meus Livros #26

A Vida num Sopro

Confesso que nunca tinha lido nenhum livro do José Rodrigues dos Santos, mas não sabia o que andava a perder.
Este conta-nos uma verdadeira história de amor, passada no conservador Portugal dos anos 30.
Gosto de livros assim, que além da ficção nos conseguem transmitir alguma informação histórica e transportar-nos para outros tempos.
Sem dúvida um livro a não perder.


Título: A Vida num Sopro
Autor: José Rodrigues dos Santos
Sinopse: Portugal, anos 30.
Salazar acabou de ascender ao poder e, com mão de ferro, vai impondo a ordem no país. Portugal muda de vida. As contas públicas são equilibradas, Beatriz Costa anima o Parque Mayer, a PVDE cala a oposição.
Luís é um estudante idealista que se cruza no liceu de Bragança com os olhos cor de mel de Amélia. O amor entre os dois vai, porém, ser duramente posto à prova por três acontecimentos que os ultrapassam: a oposição da mãe da rapariga, um assassinato inesperado e a guerra civil de Espanha.
Através da história de uma paixão que desafia os valores tradicionais do Portugal conservador, este fascinante romance transporta-nos ao fogo dos anos em que se forjou o Estado Novo.
Com A vida num sopro, José Rodrigues dos Santos traz o grande romance de volta às letras portuguesas.

sábado, 9 de junho de 2012

Do jogo

Como referi num post anterior, eu não acreditava nesta selecção. Mas, como boa portuguesa que sou, vi o jogo. E, a partir de uma certa altura comecei a acreditar. Ora, isto não é bom, porque agora estou aqui tristíssima.
Se eles tivessem jogado mal, eu estava chateada, mas pelo menos havia um motivo. Mas hoje não, até acho que eles se esforçaram bastante, não tiveram foi muita sorte.
E lá estive eu, noventa e cinco minutos à frente da televisão, para no final sair com uma lagrimita no canto do olho.
Vamos ver como vão correr os próximos. Espero que continuem a jogar bem e que a sorte se lembre de nós!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Os meus Livros #25

Sangue do Meu Sangue
Este livro conta a história de três gerações de uma familia (e que familia senhores!).
Não é uma história leve, mas lê-se bem.




Título: Sangue do Meu Sangue
Autor: Michael Cunningham
Sinopse: A história épica de três gerações de uma família - das ambições, violências, desilusões e amores que marcam a vida dos seus elementos. Rico em pormenores, executado com mão de mestre e narrado numa voz de grande força emocional e sensibilidade, Sangue do Meu Sangue é um inesquecível, comovente e esplêndido retrato da condição humana.

Momento Musical

Ora fiquem lá com uma musica de apoio à selecção (do Emanuel, claro está):

Euro 2012

Começa hoje o Euro 2012.
Eu, apesar de não acreditar muito nesta nossa selecção, vou dar o meu apoio. Logo terei a bandeira na janela e irei ver os jogos, torcendo para estar errada nas minhas previsões.
Que sejamos surpreendidos pela positiva.
Força Portugal!

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Momento Musical

Da dieta

Pois que sou uma fraca e não consigo. Deixar de comer não é comigo.
O objectivo não era emagrecer, mas sim perder barriga, logo a dieta também era um risco.
Eu já tenho uma alimentação mais ou menos saudável, mas inclui algumas coisas nada boas para a barriga, como por exemplo as batatas. Mas eu gosto de batatas o que é que querem. Cozidas, fritas, assadas, a murro, marcham de qualquer maneira. E pão?! Adoro pão...
Pior que tudo, agora viciei-me em Coca-Cola. Eu que nem gostava de Coca-Cola, mas esta vou ter que deixar mesmo.
osto isto, e como na parte da comida sou uma fraquita, vou continuar a apostar no peixe grelhado e nas carnes brancas e dedicar-me aos exercícios localizados.
Desejem-me sorte, vá.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Pensamento do Dia


Diz que sim (mesmo que eu hoje não lhe consiga ver nada maravilhoso)

...

Há dias que começam mesmo mal!!!!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Ainda da Selecção

Vi no facebook e não resisti a partilhar convosco.
Leiam que vale a pena:


"Não sei se é verdade mas deviam considerar a hipótese, porque a avaliar pelo grupo de jogadores é mais provável virem a precisar de umas madeixas, uma desfrizagem ou um brushing durante os jogos do Euro do que serem assistidos pela equipa médica. Até porque para isso é preciso efectivamente jogar à bola, coisa que ainda não vi ninguém fazer. A Lóreal devia patrocinar esta rapaziada, a cerveja não faz jus aos pergaminhos estéticos deste grupo de excêntricos. Acho também que não seria descabido uma manicure e um joalheiro. Pode alguém perder um brinco, e com isso a cabeça, e haver necessidade de uma troca rápida de brilhantes a meio da partida. E não queremos que falte nada aos nosso "ricos" meninos, pois não? Claro que não.
Em boa verdade o que deveria assemelhar-se a uma equipa de futebol parece uma "ida para a night" da malta dos Morangos com Açúcar. A chegada dos meninos a Óbidos foi ilustrativa. O parque de estacionamento da unidade hoteleira parecia uma versão saloia da porta principal do Casino de Monte Carlo. Havia necessidade de tanto aparato? Claro que havia. A pobreza de espírito é diretamente proporcional à riqueza material e ostentação. Tresanda a azeite esta nossa seleção. E não é Gallo. Galo é ter de andar a gramar com isto durante um mês.
As televisões vão atrás do "fenómeno" e o acompanhamento que dão à coisa roça o patético. A histeria é de tal ordem que ontem três canais televisivos filmaram em simultâneo a partida do avião das "estrelinhas" em direção à Polónia. Na TVI o pivot do jornal das 8 transformou-se por momentos em controlador aéreo a olhar para um gráfico onde o aviãozinho - o Vieira da Silva - sobrevoava o mapa da Europa. "Estão quase a aterrar" - anunciou entusiasmado, como se estivesse a ver o mar pela primeira vez. A aterragem foi acompanhada em direto. Só faltou mesmo aos jornalistas irem com os jogadores à casa de banho do aeroporto. As necessidades dos jogadores da seleção são dignas de toda a atenção e sem sombra de duvida "das melhores da europa". Nisto acredito, porque a fazer m.... somos particularmente felizes. Veja-se:


"Neste Europeu organizado a meias pela Polónia e pela Ucrânia, Espanha será a selecção mais poupada. "Nuestros hermanos" ficarão no Hotel Mistral de Gniewino, a poucos quilómetros de Gdansk - sede nos primeiros três jogos- e desembolsará 4700 euros por noite, num total de 40 quartos(....) Do lado oposto, os mais esbanjadores serão Portugal, pagando 33174 euros por noite, ou seja, sete vezes mais que pagará Espanha, no hotel de Opalenic." JN


O que uma seleção campeã da Europa e do Mundo gasta em 7 dias a nós não nos chega para um. Este novo-riquismo e falta de sentido de oportunidade da FPF (que já nos habituou a este tipo de comportamento novo-rico) é por demais evidente. É deplorável um país em dificuldades ter de assistir a isto. "Carlos Godinho, o director-desportivo da FPF (...) revelou que os custos do estágio em Opalenica serão idênticos aos verificados em Magaliesburgo, na África do Sul, que acolheu a selecção lusa durante o Mundial 2010, prova em que Portugal gastou 7,4 milhões de euros, de acordo com o relatório e contas da FPF. Mais palavras para quê? É surreal.
É caso para dizer: que venham de lá todos com as pontas espigadas."

domingo, 3 de junho de 2012

Da Selecção

Correndo o risco de ser apedrejada, eu não acredito nesta selecção.
Os resultados destes jogos amigáveis só vieram confirmar esta minha desconfiança.
Na minha opinião, temos uma equipa de baixa qualidade em termos técnicos e com uma falta de humildade e união que não ajudam nada à festa.
Espero estar enganada e, que durante o Euro eles me façam mudar de opinião, mas por agora as evidências mostram-me que estou certa.
E vocês, acreditam?

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Dia da Criança

Um Feliz Dia para todas as crianças do mundo, em especial para a cá de casa.
E vocês adultos, não deixem morrer a criança que há em vós.

Balanço do mês de maio

Maio foi um mês "mais ou menos".
Houve algumas coisas que não correram conforme o esperado, mas há que não baixar os braços.
Teve algumas deslocações em trabalho a Lisboa e uma delas permitiu uma ida à Feira do Livro.
De resto foi um mês caseiro, com muita leitura (Li 3 livros este mês), alguns filmes e sobretudo muitos planos e resoluções para novos projetos que espero ver concretizados.
Que venha junho e com ele o inicio de uma nova fase a muitos níveis.