segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Das coisas da vida

Hoje o meu avô deixou a casa em que viveu a maior parte da vida, para ir para o lar.
Nós fomos lá arrumar algumas coisas e, apesar de ter lá morado alguns anos, não senti nostalgia nenhuma.
Isto pode parecer estranho, mas agora sinto que já não tenho nada que me ligue àquela terra. Foi lá que nasci e cresci, mas não tenho saudades nenhumas.
Tirando quatro ou cinco pessoas que vivem lá e de quem eu gosto, a maioria não me diz nada (pelo menos bom).
Aquilo é uma aldeia pequena, onde as pessoas deixam de viver as suas vidas para viver as dos outros, e isso não é nada bom.
Claro que ainda temos lá a casa e alguns terrenos, mas, tirando isso, nada mais me liga áquele lugar.

2 comentários:

  1. Pois... viver numa aldeia tem dessas coisas, eheheh por isso é que eu não saio de casa. Ninguém me vê também não têm o que comentar.

    Compreendo o que dizes, mas viver na aldeia é outro sossego :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu agora tb moro numa aldeia. É um bocadinho maior, mas tb é uma aldeia.
      Bjs

      Eliminar