domingo, 18 de novembro de 2012

Os meus Filmes #59

Extremamente alto incrivelmente perto
Isto tem andado muito parado em termos de filmes.
Este ano tenho lido muito mais, vi algumas séries de seguida e isso tem-me roubado tempo para os filmes.
Tenho que arranjar aqui uma solução de compromisso que me permita ter tempo para as leituras e para os filmes e séries.
Ontem optei por ver este, que estava em lista de espera desde os Óscares. Lembro-me que na altura ele teve muitas criticas negativas e muita gente não percebeu o porquê da sua nomeação.
Eu acho que foi merecida. Não é um filme cheio de efeitos especiais, mas também não é mais um filme sobre o 11 de Setembro, como li em algum lado.
Retrata esses acontecimentos, mas de uma forma profunda, que consegue tocar-nos. Teorias da conspiração à parte, estes acontecimentos afectaram directamente milhares de pessoas, e lidar com isso não deve ser nada fácil.
É um filme forte, "não é para meninos", mas, na minha opinião, está muito bem feito.
O garoto então, tem um papel fantástico.

 
 


Ficha Técnica
Título Original: Extremely Loud and Incredibly Close
Ano: 2011
País: EUA
Género: Drama 
Realização: Stephen Daldry
Sinopse: Oskar Schell, de 11 anos, é uma criança excepcional: inventor amador, francófilo, pacifista. Depois de encontrar uma misteriosa chave que pertencia ao seu pai, que morreu no 11 de Setembro no Wall Trade Center, ele embarca numa excepcional viagem – uma urgente e secreta pesquisa através dos cinco distritos de Nova Iorque. Enquanto vagueia pela cidade, Oskar encontra uma grande variedade de diferentes pessoas, cada uma sobrevivente no seu próprio modo.

Sem comentários:

Enviar um comentário