sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

A farmacêutica que há em mim

Eu, tal como a maioria das pessoas, não gosto de estar doente.
Também não gosto de ir ao médico, só vou mesmo quando vejo que não consigo resolver em casa.
Mas gosto de medicamentos. Tenho uma enorme variedade de comprimidos para todo o tipo de dores, ando sempre com alguns na carteira e gosto de saber para que servem.
Nesta otite comecei por atacar com brufen e benuron. Depois descobri que tinha ali uns que serviam para a infeção de ouvido e tomei também. Mesmo assim não resultou.
Fui ao médico e vim com antibiótico, maxilase e umas gotas. E gosto desta coisa de seguir horário para os tomar e de ir vendo o seu efeito.
Sim, eu sei que não sou normal... mas o que é que querem!

1 comentário:

  1. LOL por mais estranho que pareça eu tambem acho piada a isso =P
    Olha em relaçao à tua irmã, não sei se ajuda se não mas pelo que sei não creio que eles na fly emirates contem muito com a experiencia em trabalhar no exterior..Todas as pessoas que eu conheço que foram recrutadas nunca tinham trabalhado nem cá nem fora, e experiencia em aviação era 0...Eles tinham era o exacto perfil que eles querem (são muito rigiorosos e têm mesmo aquele perfil de candidato que se a pessoa não é assim é logo excluida) e querem pessoas que dêem a tanga de que adoram relacionar-se com outras culturas e que são independentes e por ai...Ela que veja sites na net, porque há varios que explicam o que a pessoa deve dizer nas entrevistas deles, isso é muito importante, basta a pessoa dizer as palavras certas e consegue...Ela que tente agora em fevereiro novamente ;)

    ResponderEliminar